História do PGMAT

O programa de pós-graduação em Ciência e Engenharia de Materiais (PGMAT) vêm formando mestres e doutores desde 1994, os quais têm atuado na pesquisa acadêmica ou no setor industrial do Brasil e exterior.

O PGMAT conta predominantemente com a participação de pesquisadores dos Departamentos de Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Física e Química, os quais desenvolvem pesquisas, relacionadas à obtenção, caracterização e aplicação de materiais metálicos, cerâmicos ou poliméricos, bem como o seus processos de fabricação.

Um dos aspectos relevantes do programa é a multidisciplinaridade, o qual permite uma constante troca de informações científicas entre o pessoal envolvido, promovendo uma sinergia interdisciplinar, para o desenvolvimento dos diferentes projetos. Outro aspecto importante do curso é a sua permanente vocação à integração com o setor produtivo, o que lhe garante constantes parcerias com empresas e apoio efetivo dos órgãos de fomento governamentais.

Os Laboratórios vinculados ao Programa mantêm convênios e contratos de cooperação com vários centros de pesquisa e indústrias, tanto nacionais quanto internacionais, permitindo a constante atualização de informações técnicas e científicas. Nas duas últimas avaliações promovidas pela CAPES, o PGMAT recebeu a nota 6, situando-se entre os melhores e mais produtivos programas de pós-graduação na Área de Avaliação Materiais.